Páginas

24 de mar de 2012

O Símbolo Perdido - Dan Brown


Depois de ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus profundos conhecimentos de simbologia e sua brilhante habilidade para solucionar problemas.

Em O Símbolo Perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.

Mal´akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo.

Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian.

Nesse labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter e renomada cientista que investiga o poder que a mente humana tem que influenciar o mundo físico.

O tempo está contra eles. E muitas outras pessoas parecem envolvidas nessa trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inouce Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA e Warren Bellamy, responsável pela administração do Capitólio. Como Langdon já aprendeu em suas aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está.

Nas mãos de Dan Brown, Washington se revela tão fascinante quanto o Vaticano ou Paris. Em O Símbolo Perdido, ele desperta o interesse dos leitores por temas tão variados como ciência noética, teoria das supercordas e grandes obras de arte, desafiando-os a abrir a mente para novos conhecimentos.


Tudo começa com Sr. Robert Langdon que vai para Washington achando que vai dar uma palestra, quando na verdade ele se envolve com um mistério maçônico mais antigo do que a própria América.
Um lunático que acha que ele pode resolver esse mistério passa o tempo todo surpreendendo o professor, que só aceita ajuda-lo para poder salvar o seu amigo e mentor  Peter Solomon.
Alem disso, a CIA também está envolvida e preocupada com a segurança nacional.
Mas o que o sequestrador de Peter tem que interessa tanto a CIA?

Bem, O Símbolo Perdido, como qualquer outra história do Dan Brown, é eletrizante, do início ao fim. Esse foi o primeiro livro que eu li dele, mas eu já vi 2 filmes baseados em um de seus livros (O Código Da Vinci e Anjos e Demônios) então eu já estava preparada para uma história inteligente, intensa e emocionante, com direito a respiração presa.
Mas mesmo assim eu me surpreendi. Esse livro com certeza é um dos mais emocionantes que eu já li e eu não vejo a hora de ver o filme *u*
Espero que gostem.
Boa leitura.

Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai? Gostou? Não Gostou? Comente, exponha as suas opiniões, vou adorar conhece-las. Mas seja educado(a), se houver xingamentos ou palavrões, enfim qualquer tipo de comentário com palavras de baixo escalão eu irei excluí-los.